Hospital Santa Helena Cuiabá Onde Fica?

Hospital Santa Helena Cuiabá Onde Fica?
4 (100%) 10 votes

Endereço

R. Dr. Clóvis Corrêa da Costa, 201 – Santa Helena Cuiabá – MT 78045-020‎ – Fone: (65) 2123-0300

Contato

Hospital Santa Helena (65) 2123-0300

E-mail: contato@hospitalsantahelena.com.br

Site: http://hospitalsantahelena.com.br

PROFISSIONAIS CAPACITADOS

O Hospital se orgulha por ser uma instituição moderna e sintonizada no seu bem maior.
Todos os bons resultados obtidos pelo HSH são resultado do comprometimento de cada pessoa envolvida nesse projeto.
Para manter o bom funcionamento desse grande complexo hospitalar é essencial uma equipe multidisciplinar com profissionais gabaritados em várias especialidades, que têm como principal objetivo praticar saúde com excelência.

    • Qualidade
    • Respeito
    • Bem querer
    • Agilidade
    • Pontualidade
    • Carinho

CONHEÇA A HISTÓRIA DO HOSPITAL BENEFICENTE SANTA HELENA

Uma história de sonho, de buscas e de realizações que merece ser contada e relembrada. Assim foi a trajetória do Hospital Beneficente Santa Helena, que foi instalado em Cuiabá no ano de 1967 e foi idealizado por um jovem médico que, na época, não mediu esforços para que seu projeto hoje fosse realidade e se tornasse em uma unidade hospitalar referência em diversas especialidades em Mato Grosso.
Tudo começou quando um menino chamado Antônio Côrrea da Costa (em memória), que saiu da zona rural para trabalhar como cartógrafo na cidade, depois como dentista, mas sem deixar de sonhar em um dia se tornar um grande médico. Até que com muito esforço e dedicação, ele realiza seu maior desejo e se forma no tão sonhado curso de medicina.
Quem nos conta a história do hospital e do renomado médico fundador, é o presidente da instituição, o também médico Dr. Marcelo Sandrin, que há 35 anos esta a frente do Santa Helena.

“A família não tinha condições de mantê-lo, então ele fez tudo muito bem pensado. Primeiro ele prestou concurso para o IBGE que estava se instalando em Cuiabá, passou e foi trabalhar muito jovem como cartógrafo, onde fez um bom trabalho e conseguiu ir para Belo Horizonte onde existia faculdade de odontologia. Já na capital mineira, ele conseguiu estudar durante o dia e trabalhar à noite. Se formou dentista e foi para o Rio de Janeiro, onde voltou a trabalhar no período noturno como dentista e cursou o tão sonhado curso de medicina durante o dia”.
Após terminar sua formação como médico, Dr. Antônio retorna a sua cidade de origem, Cuiabá, e depois de ter passado por outros centros de medicina detectou que aqui esta área estava defasada, ultrapassada e estava muito longe da realidade de outras capitais brasileiras. “Naquela época era isolado, década de 60, e esse foi o grande mérito talvez dele e também as grandes dificuldades pelas quais ele passou pela vida a partir daí”, relatou Sandrin, relembrando ainda que “depois do dr. Antônio passar por algumas unidades médicas e tentar implantar novas tecnologias que havia conhecido, por exemplo, no Rio de Janeiro, houve grande resistência, foi então que ele decidiu montar um hospital que tivesse mais recursos tecnológicos e que acompanhassem os avanços da medicina que já se espalhavam pelo País”.

Foi nessa época, então, que o médico resolveu fazer uma ação com toda a população para ver se conseguia fazer um hospital que atendesse melhor na área geral. Ele teve a ideia de unir esforços e criar uma sociedade, que se chamou “Sociedade Hospitalar Cuiabana”, que deu origem ao Santa Helena.

“Com isso, ele conseguiu a adesão de muita gente, naquela época Mato Grosso era um Estado só, então, tem gente de Campo Grande que é sócio do Santa Helena, famílias da época doaram recursos, compraram ações, muitos trabalharam fisicamente no início da construção e em 15 de dezembro de 1964, ele lançou a pedra fundamental e a partir daí, em três anos capitalizando, trabalhando, ele conseguiu erguer o Santa Helena”, afirmou Sandrin, contando ainda, que “onde está instalado o Santa Helena era área rural. Aqui nessa região era tudo chácaras e fazendinhas. Foi depois da instalação do hospital que começou a se desenvolver, mas passado três anos, infelizmente veio a revolução, as crises, ficou tudo muito difícil e eles não conseguiam terminar o prédio, mas ai para dar uma resposta à sociedade também, eles tiveram que abrir com o que tinha que era uma área pequena que estava pronta”.
Passado mais alguns anos, ainda em dificuldade de se manter, Sandrin muda-se para Cuiabá e assume a direção do hospital em apoio ao Dr. Antônio. “Nessa época conseguimos o apoio de algumas pessoas que foram fundamentais para sairmos daquela situação. Uma delas foi uma grande administradora chamada Ana Maria. Devemos muito do que o Santa Helena é ao que ela fez em termos administrativos. Meu pai, que era bancário, largou o que fazia e veio para cá também para arrumar as finanças do hospital, e contamos com a boa vontade de muita gente, demos sorte. O Dr. Ricardo Saad juntamente com outros médicos como Francisco Carlos, também se juntaram a nós, além de pessoas importantes na administração também como a Ana Antônia, Hilda e Zoraida, que nos ajudaram a transformar o Santa Helena no que é hoje”.

Para o presidente do Santa Helena ainda, a equipe que se formou ao longo da história do hospital é motivo de orgulho. “As pessoas novas que vieram para cá precisavam e gostavam de trabalhar, tanto é que tem gente aqui que o neto está trabalhando no Santa Helena. Nós temos funcionários antigos e temos já uma geração chegando na segunda geração e já temos gente trabalhando no Santa Helena que está grávida, então estamos indo para a terceira geração. Sempre tivemos e temos um excelente time e é isso que nos torna referência. Essa é a nossa marca”, contou dr. Sandrin, ressaltando que “mantivemos o hospital como geral, eu e a dra Regina, filha do dr. Antônio e que tem uma grande participação na história do Santa Helena. Trabalhamos muito no atendimento geral, além de outros profissionais na área de obstetrícia, pediatria, entre outras, e então, chegou a hora que tivemos que montar a UTI, foi um salto e foi a realização de um sonho meu”.

A partir dessa época, então, tudo começou a melhorar na unidade hospitalar, que hoje conta com aproximadamente 500 funcionários diretos e indiretos, com uma média de 40 altas por dia, sendo 25 na maternidade e 15 em outras especialidades, e com cerca de 700 partos mensais.
O principal destaque dessa história segundo o seu presidente, é que o Hospital Beneficente Santa Helena, que comemorou em 2017 50 anos de fundação, é “ter resistido ao tempo inicial e mudado para beneficente. É o legado que Dr Antonio deixou para a população cuiabana, que hoje pode desfrutar de toda uma estrutura completa de um hospital que atende toda a comunidade de forma geral. É o legado que eu tenho a obrigação de levar. É o meu compromisso com ele até o fim”, finalizou Sandrin.

Deixe uma resposta