História de Mato Grosso: República

Primeira República: 1889-1930

Disputa pelo poder entre a oligarquia do norte e a oligarquia do sul.

Norte: proprietários de terras ( usineiros)

Sul: comerciantes, pecuaristas e erva mateiros.

Revoltas:

Massacre da Baía do Garcez (1901/1902): ascensão ao poder de Totó Paes de Barros e expressou a política dos governadores.

Revolta de 1906:  união entre Generoso Ponce e Joaquim Murtinho para derrubar do poder Totó Paes de Barros.

Caetanada:  disputa pelo poder entre o Partido Republicano Conservador (PRC) e o Partido Republicano Mato-Grossense (PRMG)

Governo: Caetano de Albuquerque

Intervenção Federal: Camilo Soares e D. Aquino Correa.

Comissão Rondon: construção das Linhas telegráficas

Objetivo: penetrar e conquistar o território brasileiro,definir as fronteiras, conhecer os povos indígenas.

Linhas telegráficas: deviam atingir Mato Grosso, Amazonas, Pará e Acre.

Composição da comissão: oficiais do Exercito, engenheiros militares, soldados, indos, especialistas em botânica, zoologia e geologia, presos civis e políticos e índios.

Expedição Roosevelt-Rondon (1913)

Objetivo: atravessar o sertão a téorio Madeira.

Os expedicionários partiram de Corumbá, passaram por Cáceres e ao porto do Campo,no rio Sepotuba.

 

Era Vargas (1930-1945)

Governo Provisório (1930-1945)

Tanque Novo (Poconé): movimento político que resultou na perseguição e prisão aos Doninha e aos moradores do Tanque Novo, pois representavam oposição a Vargas nas eleições para a assembleia constituinte.

1932: Criação ao sul de Mato Grosso do Estado do Maracaju:

Governador: Vespasiano Martins.

 

Estado Novo (1937-1945)

Julio Muller foi escolhido para ser o interventor federal de Vargas em Mato Grosso:

Realizações: construção do Liceu Cuiabano, Grande-Hotel, Avenida Vargas,Casa dos Governadores, Tratamento de Água em Cuiabá.

Marcha para o Oeste:

Objetivo: colonização da Amazônia e do oeste do Brasil.

Características: baseado em pequenas propriedades, feito em terras devolutas.

Fundou colônias Agrícolas: Colônia de Dourados, colônias Militares e de fronteiras.

 

Expedição Roncador-Xingu (1943)

Objetivo: colonização, integração da região oeste do país(regiãodoAraguaia)

Líder: coronel Flaviano Vanique (presença dos Irmãos Villas Boas: orlando, Claudio e Leonardo)

O trabalho da expedição possibilitou o contato com os índios e o surgimento de vilas:Aragarças(Goiás) e Barra do Garças (Mato Grosso).

Os irmãos Villa-Boas idealizaram a criação do Parque Nacional do Xingu(19/04/1961)

Ditadura Militar (1964-1985)

Divisão de Mato Grosso:

Em 11 de outubro de 1977, o presidente Geisel aprovou a lei complementar nº31, que estabeleceu a divisão do Estado de MatoGrosso .Governador de Mato Grosso: Garcia Neto.

Desta maneira, o governo federal criou o Estado do Mato Grosso do Sul, e escolheu a cidade de Campo Grande para ser a sua capital.

Entretanto, a lei somente foi efetivada em 1979,sendo eleito como primeiro governador Frederico Carlos Soares Campos.

Argumentos usados pelos sulistas para justificar a divisão do Estado:

  • O poder político era exercido principalmente pelos cuiabanos.
  • Os benefícios da Receita Pública ficavam principalmente em Cuiabá.
  • A burocracia estatal, e portanto, os empregos eram ocupados principalmente pelos cuiabanos.
  • Havia diferenças históricas e culturais entre o norte e o sul.

 

logo-carlos-academy História de Mato Grosso: República

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.